Sindicato

Notícias
BB Seguridade tem lucro de R$ 909,966 milhões no segundo trimestre
 
A BB Seguridade, holding de seguros do Banco do Brasil (BB), registrou um lucro ajustado de R$ 909,966 milhões no segundo trimestre de 2018, uma queda de aproximadamente 4,8% na comparação com o mesmo período do ano anterior. O lucro líquido ficou em R$ 1,062 bilhão, com alta de 11,1%.

A companhia ainda revisou seu guidance para o desempenho do lucro ajustado este ano, que passou para a faixa de queda de 4% a recuo de 6%, ante baixa de 2% a aumento de 2%.

De acordo com o relatório da administração, o desempenho pode ser explicado totalmente pela contração de 34% do resultado financeiro combinado das coligadas e controladas, que foi influenciado pela queda na taxa média Selic, com efeito negativo na remuneração dos títulos pós-fixados. Além, disso houve impacto da abertura da curva de juros futuros, gerando resultado negativo de marcação a mercado dos títulos pré-fixados classificados na categoria “para negociação”.

“Por outro lado, o resultado operacional não decorrente de juros registrou aumento de 5,4% sobre igual período de 2017, decorrente em grande parte do crescimento nas receitas com taxa de gestão e melhora do índice de eficiência na Brasilprev associado à menor sinistralidade no IRB”, diz a BB Seguridade.

O volume total de prêmios emitidos de seguros, contribuições de previdência e arrecadação com títulos de capitalização somou R$ 13,268 bilhões no segundo trimestre, com baixa de 3,5% na comparação anual.

No segmento SH1 (vida, habitacional e rural), os prêmios cresceram 11,8%, para R$ 2,163 bilhões, com destaque para a alta de 41,4% no seguro prestamista. Já no SH2 (patrimônio e automóvel), houve retração de 4,3%, para R$ 2,075 bilhões, com declínio de 14,9% em danos.

A sinistralidade no SH1 ficou em 32,7%, com alta de 5,3 pontos porcentuais na comparação anual. Em SH2, a sinistralidade ficou em 54,3%, com queda de 2 pontos. O índice combinado ficou em 72,3% no SH1 (+3,2 pontos percentuais) e 100,8% no SH2 (-0,4 ponto).

As reservas técnicas de previdência se situaram em R$ 242,537 bilhões, com alta de 12,6%. A arrecadação com títulos de capitalização totalizou R$ 1,150 bilhão, elevação de 19,9%.

Fonte: Valor

Diretoria Executiva da CONTEC
_
Últimas Notícias
> Reunião de Negociação com a CAIXA ECONÔMICA FEDERAL de sexta-feira (03/08)
> REUNIÃO DE NEGOCIAÇÃO DO BB DESTA SEXTA FEIRA 03/08
> CONTRAPROPOSTA ECONÔMICA DA FENABAN SERÁ ENTREGUE DIA 07/08
> AMANHÃ 03/08 HAVERÁ NEGOCIAÇÃO COM O BANCO DO BRASIL
> REUNIÃO DE NEGOCIAÇÃO DA CAIXA
> SINTRAF-PCR LANÇA O CLASSIFICADOS PARA OS BANCÁRIOS ASSOCIADOS
> SINDICATO FAZ CONVENIO COM A PUC MINAS POÇOS DE CALDAS
> Itaú, Bradesco e Santander lucram juntos R$ 14,5 bilhões no 2º tri, alta de 14% em um ano
> Itaú Unibanco tem lucro de R$ 12,8 bilhões na primeira metade de 2018
> Lucro da Caixa vai superar R$ 5 bi no primeiro semestre
> Reunião de negociação com o Banco do Brasil
> Novo ministro do Trabalho suspende processos de registro sindical por 90 dias
> CAMPANHA SALARIAL 2018: Reunião de Negociação CEBNN/CONTEC e Fenaban
> CONTEC cobra retomada das negociações sobre a sustentabilidade da CASSI
> Reunião do Banco do Brasil acontece dia 13/07

LAURO PEREIRA PIMENTA - BANCO DO BRASIL 17/08
LETÍCIA GOULART RIBEIRO - BANCO DO BRASIL 17/08
Veja lista de aniversariantes do mês  
Selos

 

     

® 2012 - SINTRAF - Todos os direitos reservados. - Avenida Santo Antônio, 200 - Sala 04 | Poços de Caldas - MG| Cep 37701-036 | Tel.: (35) 3721-9804 Domynio