Sindicato

Notícias
Banco do Brasil aprova R$ 3,6 bi para infraestrutura no Rio
 
RIO – O Banco do Brasil aprovou financiamento de longo prazo no valor de R$ 3,6 bilhões ao governo do Estado do Rio de Janeiro para investimento em projetos de infraestrutura. De acordo com o vice-governador Luiz Fernando Pezão, o financiamento será votado ainda esta semana na Assembleia Legislativa do Estado (Alerj).

No total, 14 projetos serão contemplados com os recursos do BB. Entre eles estão a recuperação de canais do norte e noroeste do Estado; projetos de asfaltamento de ruas na Baixada Fluminense; e recursos destinados às linhas 3 e 4 do metrô carioca.

Segundo Pezão, antes da administração do governador Sérgio Cabral, o Rio de Janeiro não recebia empréstimos para a área de infraestrutura há 15 anos. De acordo com ele, hoje as principais instituições de fomento, já não conseguem mais atender a demanda do Estado por novos financiamentos.

“Hoje, temos dificuldade de ter bancos para financiar projetos. O BID [Banco Interamericano de Desenvolvimento], o Banco Mundial e a CAF [Cooperação Andina de Fomento] não têm mais recursos para o governo do Estado”, disse Pezão, que participou de almoço na Associação Comercial do Rio de Janeiro. “Então, a gente está começando essa operação com o Banco do Brasil”, acrescentou.

O governo fluminense vai aproveitar R$ 100 milhões dos R$ 3,6 bi que serão emprestados pelo BB para desenvolver novos projetos de infraestrutura.

Pezão disse ainda que, para evitar gargalos na capacidade de financiamento das instituições financeiras, o Estado do Rio está “começando a pôr ênfase nas PPPs [Parcerias Público Privadas]”.

“A gente tem um horizonte extraordinário e o Estado sozinho não vai dar vazão para todos esses investimentos”, frisou Pezão.

Como exemplo de PPP na área de infraestrutura, o vice-governador destacou a construção de nove hospitais na Baixada Fluminense. As empresas parceiras vão explorar os serviços hospitalares por dez anos nas unidades que ainda serão construídas. Esse é o primeiro projeto do tipo já publicado no Diário Oficial do Rio.

Uma segunda iniciativa que será colocada no mercado ainda este ano são as propostas, somando R$ 1,5 bilhão, para a construção de estradas, com exploração por empresas durante 15 anos. Segundo ele, o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) do Estado está preparando um pacote com mais de 3 mil PPPs na área de rodovias.

Também este ano, o governo estadual deverá propor uma PPP para construção da Linha 3 do metrô, que ligará a capital a Niterói e São Gonçalo.

“Dá para se fazer [esses investimentos] e envolver cada vez mais a iniciativa privada”, disse.
_
Últimas Notícias
> Brasil fica em 25º lugar em ranking global de desempenho do PIB com 51 países
> Governo faz parceria com bancos para oferecer serviços por meio de canais digitais
> Caixa reabre PDV para adesão até o dia 11 de dezembro
> BRADESCO: Testagem do Covid será ampliada para dependentes
> Proposta prevê acordo entre empresa e trabalhador sobre FGTS no pós-pandemia
> ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA
> Em sua primeira semana, Pix registra R$ 9,3 bilhões em transações
> Empregados de empresas estatais têm salário médio de até R$ 31,3 mil
> INSS e Ministério Público assinam acordo para zerar fila de espera por benefícios
> RANCHO DOS BANCÁRIOS - AGENDE SUA RESERVA
> Presidente garante que, em sua gestão, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e Casa da Moeda não serão entregues à iniciativa privada
> Centrais sindicais lançam campanha pela manutenção do auxílio de R$ 600
> Disponível o jornal do mês de Setembro/2020
> CONTEC, Federações e Sindicatos assinam CCT FENABAN
> Bancário do Bradesco consegue majorar indenização por transportar valores entre bancos

José Carlos de Andrade - Caixa 24/01
Veja lista de aniversariantes do mês  
Selos

 

     

® 2012 - SINTRAF - Todos os direitos reservados. - Avenida Santo Antônio, 200 - Sala 04 | Poços de Caldas - MG| Cep 37701-036 | Tel.: (35) 3721-9804 Domynio